Curso preparatório é acusado de racismo e machismo em vídeo de propaganda

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um vídeo publicado pela Estratégia Concursos é acusado de racismo e machismo por internautas e recebeu várias críticas A propaganda associa as bancas organizadoras de concursos a homens participando de uma orgia com uma mulher loira, fazendo alusão aos chamados “concurseiros”. Os homens negros, carregando a mulher, são marcados no vídeo com o texto “examinadores da CESPE”, uma das bancas mais famosas de examinadores do país.

A legenda da publicação diz que “O concurseiro estuda com material pouco profundo, sem clareza, não faz questões da banca, ou seja, sem uma retaguarda de conhecimentos que aguente a profundidade com que a banca introduz os conhecimentos e diversas posições doutrinárias. E aí, a situação fica preta! Para não passar por isso e nem levar trolha na prova”. A trilha sonora é a utilizada no meme dos coveiros ganeses dançarinos,  que aparecem no final do vídeo. 

O vídeo foi acusado de racismo e misoginia – Video: Reprodução Internet

Reações

Nas redes sociais, seguidores criticaram a publicação, chamando de misógina e racista. “Vocês vão mesmo bloquear todo mundo que cobra retratação por essa merda misógina e racista que vocês postaram?”, escreveu a escritora Clara Averbuck. Além dela, o procurador baiano Vladirmir Aras também comentou. “O ensino preparatório para concursos sofre uma crise de qualidade e uma crise de valores. Estes estão cada vez mais “baixos”. E não me refiro a preços…”, alertou. 


APOIE O NOTÍCIA PRETA

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor do Notícia Preta.

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.