Criança de 11 anos dá à luz na Baixada Fluminense; padrasto é acusado de estupro

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um homem foi preso no último domingo (17) em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, por suspeita de estupro de vulnerável e cárcere privado. Segundo policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) ele teria estuprado a própria enteada, uma menina de apenas 11 anos. A criança e o recém-nascido estão internados em um hospital na Baixada, e de acordo com exames preliminares, foram encontradas marcas que seriam indícios dos abusos.

Foto: Arquivo

A suspeita de que a menina teria sido estuprada veio por parte dos funcionários da ambulância, que foi acionada após a menina apresentar complicações no parto. Ela deu à luz em casa. A mãe e o padrasto da criança afirmaram que não sabiam que ela estava grávida e alegaram que ela havia sido violentada por um homem armado.

Após ouvir testemunhas, a polícia descobriu que a menina não deixava a casa onde morava há cerca de dois anos. A criança sequer podia ir à escola; a mãe agora é investigada por abandono intelectual. Já o padrasto teve a prisão temporária decretada após ter se negado a fazer um teste de paternidade.

Segundo informações do hospital, a menina está bem, sob os cuidados da mãe, enquanto o bebê está estável na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal. 

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Jersey Simon

Jornalista, especialista em Comunicação estratégica, empreendedor. Na luta por um Reino de Justiça e paz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.