Coletivo reunirá mulheres para torcer pela Seleção Feminina de Futebol em Salvador

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Uma torcida organizada só de mulheres, ou majoritariamente feminina, para assistir aos jogos da Seleção Feminina de Futebol na Copa do Mundo. Essa foi a ideia do Coletivo Crioula Criô para a criação do projeto Copa com as Manas. O primeiro encontro do projeto será neste domingo (9), primeiro jogo da Seleção, contra a Jamaica e acontecerá no Cabaré dos Novos, café-teatro do Teatro Vila Velha (Campo Grande), às 09h30, com entrada franca.

Além da transmissão dos jogos do Brasil, o Copa com as Manas prevê batepapo, música e sorteio de brindes, começando sempre 30 min antes de cada jogo. A DJ Nai Kiese apresentará um repertório especial para receber as torcedoras e logo em seguida Claudia Sandes, do Esporte Clube Bahia, fará um bate-papo para apresentar a Campanha #MeDeixeTorcer. Essa campanha do tricolor baiano promove respeito às torcedoras nos estádios.

A cada jogo, o projeto trará uma ativista pela igualdade de gênero e empoderamento feminino para um batepapo com o público. Os próximos encontros serão nos jogos do Brasil x Austrália (13/06, 12h30) e Brasil x Itália (18/6, 16h) em espaços a serem divulgados.

A Crioula Criô, criada em 2016, é uma rede de articulação inclusiva que atua do planejamento a execução de ações promocionais e projetos socioculturais, buscando os melhores resultados para a democratização do acesso à Cultura, aos bens sociais e esportivos tendo, em especial, o público feminino.

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.