Chuvas: 65% dos baianos avaliam que Bolsonaro demorou a ajudar o Estado

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Uma pesquisa Genial/Quaest apontou que 65% dos baianos acreditam que o governo federal, liderado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), demorou a ajudar o Estado após as enchentes do final do ano de 2021. No total, 51% dos brasileiros avaliam que houve um abandono por parte do Executivo nacional.

O presidente estava de férias durante o período chuvoso – Foto: Reprodução

As chuvas iniciaram no dia 7 de dezembro e as respostas do governo federal só chegaram ao Estado dia 31 do mesmo mês. Em uma Medida Provisória (MP), o Planalto liberou R$ 700 milhões para as vítimas das enchentes na Bahia. Ao todo, 165 municípios baianos decretaram situação de emergência e 26 pessoas perderam a vida em decorrência das chuvas.

Já entre os eleitores do presidente, 55% acreditam que ele agiu no tempo certo. Por outro lado, 55% das pessoas que não votam nem em Lula e nem em Bolsonaro dizem que ele demorou a agir em prol das vítimas baianas. Para 71% dos eleitores de Lula, Bolsonaro demorou a tomar alguma atitude sobre o estado.

Leia também: Eleições 2022: Lula tem 44% e Bolsonaro 24% das intenções de voto, diz pesquisa

A pesquisa Genial Quaest foi realizada entre os dias 6 e 9 de janeiro deste ano e ouviu mais de 2.000 pessoas, distribuídas em 123 municípios de todo território nacional. A pesquisa também recebe tratamento estatístico de pós-estratificação para reduzir as chances de viés de seleção e de não-resposta.  O nível de confiança é de 95%, com margem de erro máxima de 2%, para cima ou para baixo.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.