Censo Escolar 2021: rede pública tem aumento de matrículas no ensino médio e queda no infantil

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em 2021, tivemos menos matrículas na educação infantil e na educação de jovens e adultos. Já no ensino médio e no integral tivemos um aumento. Essas informaçōes foram publicadas esta semana no Censo Escolar da Educação Básica 2021, divulgado no “Diário Oficial da União” pelo Ministério da Educação.

As matrículas, que incluem da creche ao ensino médio, contando com a educação de jovens e adultos, apresentaram um aumento de 0,15% em relação ao ano passado. Os cálculos são importantes para o planejamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e outros programas do setor.

Ao todo, houve neste ano 36.401.378 matrículas na educação básica pública, que vai da creche ao ensino médio, incluindo a educação de jovens e adultos. O número representa um aumento de 0,15% em relação ao ano passado.

LEIA TAMBÉM: Organizações da sociedade civil lançam Projeto SETA para educação antirracista

Já o número de matrículas totais da educação especial aumentou 4,22% neste ano, com 1.143.717 alunos inscritos na educação básica na rede pública. Este ano teve mais de 46 mil alunos matriculados em relação a 2020. As únicas áreas que tiveram queda foram o ensino fundamental 1 (1º a 5º ano) e ensino fundamental do EJA.

O ensino integral também teve mais procura do que o parcial. Enquanto mais de 438 mil alunos abandonaram o ensino parcial, a quantidade de alunos que ingressaram no integral passou de 530 mil.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.