Cardeal africano cotado para ser próximo papa renuncia ao seu cargo no Vaticano

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Cotado para se tornar o primeiro papa do continente Africano em cerca de 1.500 anos, o cardeal Peter Turkson, de Gana, apresentou um pedido de renúncia do comando de um órgão do Vaticano. Segundo pessoas ouvidas pela agência Reuters, o cardeal renunciou o Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral.

Ele é o único africano que chefia um departamento do Vaticano.

Peter Turkson é muito próximo do Papa Francisco, que recorre com freqüência ao Cardeal africano quando precisa tratar de questões como mudança climática e justiça social.

O papa ainda não decidiu se aceitará o pedido de renúncia.

O Dicastério para Desenvolvimento Humano Integral foi formado em 2016 para juntar quatro órgãos separados que lidavam com temas como paz, justiça, migração e caridade.

Cardeal
cardeal Peter Turkson

LEIA TAMBÉM : Papa Francisco pede à Europa que não deporte imigrantes resgatados

De acordo com uma das pessoas que a agência Reuters ouviu, Turkson se cansou das disputas internas no órgão.

Uma outra fonte diz que o próprio Turkson deverá dar mais detalhes depois da decisão do papa. Se ele de fato sair, o Vaticano não terá mais nenhum africano no comando de um departamento.

Turkson pode se tornar papa mesmo se deixar o Dicastério.

O pedido de renúncia foi inicialmente noticiado por um blog conservador italiano, o messainlatino.it.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.