Bolsonaro fica de fora da lista dos 100 mais influentes do mundo, que inclui até líder talibã

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta quarta-feira (15), a revista “Time” divulgou a lista das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2021 e deixou de fora o presidente Jair Bolsonaro.

No ano passado, Bolsonaro e o influenciador digital Felipe Neto estavam na lista. O presidente também estava na seleção de 2019.

A única pessoa do Brasil que está na lista deste ano é a empresária Luiza Trajano, do Magazine Luiza, na categoria “titãs”. Trajano, aos 69 anos de idade, aparece na categoria de “Titãs”, ao lado do CEO da Apple Tim Cook, da atleta Simone Biles e da roteirista Shonda Rhimes. Ela também está no ranking dos bilionários do planeta.

Anistia Internacional
Jair Bolsonaro foi citado no relatório da Anistia Internacional como negacionista

No perfil publicado pela revista norte-americana, e escrito pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Trajano é definida como uma pessoa que “assumiu o desafio de construir uma gigante comercial [o Magazine Luiza] ao mesmo tempo em que tenta construir um Brasil melhor”.

Segundo Lula, “quando a Covid-19 chegou ao Brasil, matando mais de 580 mil brasileiros e causando uma recessão, o Magazine Luiza ajudou as pequenas empresas a se adaptarem ao comércio digital, fornecendo uma plataforma para vender e entregar seus produtos”.

A lista da “Time” é dividida em seis categorias: ícones, pioneiros, titãs, artistas, líderes e inovadores. Bolsonaro esteve nos últimos dois anos em “líderes”, que inclui políticos do mundo inteiro.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.