Apenas 61% dos brasileiros acham que o país é racista, diz pesquisa

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Levantamento revela ainda que 40% dos entrevistados já presenciaram um ato de preconceito racial.

Manifestantes com faixas em protesto antirracista ocorrido no Rio e Janeiro, em maio (Foto: Marcos Luca Valentim)

Não é novidade dizer que vivemos num país racista – mas tal afirmação parece ser verdadeira apenas para 61% da população brasileira. De acordo com um estudo do Instituto Paraná Pesquisas, encomendado pela revista Veja, esse foi o percentual de entrevistados que admitiram que o preconceito racial existe no Brasil.

O estudo aponta que pessoas mais jovens são mais capazes de detectar um ato de preconceito racial: 44% dos entrevistados na faixa de 25 a 35 anos de idade afirmaram já terem presenciado ao menos um ato de discriminação racial, enquanto pessoas com 60 anos ou mais formam 34% desse extrato. Em outra divisão, mulheres representam o maior grupo: 67% reconhecem que existe racismo no Brasil, ao passo que, entre homens, esse número chega a apenas 54%.

Além do genocídio da população negra pelo Estado – segundo dados do Instituto de Segurança Pública, 78% dos mortos em operações policiais no Rio de Janeiro em 2019 eram negros (entre eles, a menina Ágatha e o músico Evaldo Rosa) – e do novo coronavírus – negros têm 80% mais chances de serem contaminados e compõem a maioria entre os mortos pela doença -, o racismo ainda fica explícito na sociedade brasileira quando, por exemplo, um jovem é agredido por seguranças dentro de um shopping porque queria trocar o presente de Dia dos Pais. Mas, como aponta a pesquisa encomendada pela Veja, ainda há quem acredite na democracia racial.

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.