Afroempreendedor lança aplicativo para negros no mundo dos negócios

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O que mais falta para termos mais negros e negras empreendendo no Brasil? Pensando nisso, Diego Reis, gestor de tecnologia da informação, especialista em segurança da informação e gestão de microempresas, de Brasília (DF), criou um aplicativo envolver empreendedores afro-brasileiros e impactar o ecossistema do empreendedorismo no país.

O mercado é composto por 11 milhões de micro empresários negros,  que segundo o Banco Interamericano de Desenvolvimento, movimentaram mais de 1 trilhão de reais em 2017.

Somos maioria entre os empreendedores no Brasil, mas ainda sofremos com racismo estrutural, falta de acesso à crédito e falta de conhecimento em gestão de empresas. As soluções atuais não são direcionadas para o público afroempreendedor. Dessa forma não conseguem gerar valor e ajudar efetivamente na resolução dos problemas do negócio”, destaca Diego.

Não é só o Diego que pensa assim. A discriminação racial no mundo dos negócios foi abordada em pesquisa realizada pelo Instituto Adolpho Bauer em 2017. O estudo apontou que quase metade dos empreendedores negros (44,5%) já sofreram com manifestações de racismo por parte de clientes.

Os relato de abusos por parte de prestadores de serviços negros também são frequentes em grupos temáticos em redes sociais, o que faz com que a demanda de formação dessas pessoas, seja cada vez mais crescentes no mercado de cursos on-line.

Financiamento colaborativo

O aplicativo “Afroempreendedor” funciona como um consultor de negócios integrado a uma base de conhecimento e está captando recursos por meio de um financiamento coletivo na plataforma Benfeitoria. “Nosso aplicativo já trás uma comunicação direcionada e busca mostrar soluções para os problemas identificados de uma forma visual, prática e rápida”, explica Diego.

A cada colaboração que o usuário fizer, poderá receber recompensas como e-books, acesso aos dados da plataforma e também utilização gratuita por três meses.

App

Através de perguntas e respostas sobre, o aplicativo gera uma avaliação de cada área da empresa em questão. Após a análise, o aplicativo sugere conteúdos para resolver os problemas identificados. O App conta com uma base de consultores para oferecer um atendimento humanizado e está em  fase de testes e validações. Mesmo sem lançamento oficial, já conta com número significativo de usuários.

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda Quevedo

é Mato-grossense e tem 32 anos. É redatora publicitária, escritora e social media. É formada em Serviço Social e pós-graduanda em Marketing. Já foi ativista pela democratização da comunicação e da Cultura, sendo uma das fundadoras da Midia Ninja e trabalhando em diversas organizações do terceiro setor em Cuiabá, São Paulo, Porto Alegre e Brasília. Hoje mora no Rio de Janeiro e realiza projetos e consultorias de letramento e escrita criativa digital.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.