Acordos de indenização entre família de Beto Freitas e Carrefour são concluídos

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Milena Alves foi a nona e última familiar de João Alberto a aceitar o acordo de indenização da rede de supermercados Carrefour devido ao assassinato ocorrido em novembro de 2020, dentro de uma das unidades, em Porto Alegre (RS). O aceite por Milena aconteceu na última quinta-feira (27) e não foram divulgados valores do acordo firmado pela Defensoria Pública do estado com o aval da família de Beto Freitas.

Beto Freitas foi assassinado em novembro de 2020, em Porto Alegre – Foto: Divulgação

Não foi a primeira tentativa de finalização do processo pela empresa, anteriormente, foi feita uma oferta de R$1 milhão para conclusão, porém houve recusa do valor pela defesa de Milena, devido quantia ser equivalente a multa paga pelo Carrefour na morte da cachorra Manchinha por funcionários, também dentro de um dos supermercados da rede, na cidade de Osasco (SP), em novembro de 2018.

Mesmo não tendo sido divulgado, o valor previsto do acordo é acima de R$ 1,1 milhão, ofertado e depositado sem acordo fechado pela empresa, em abril deste ano.

Inicialmente, a defesa de Milena pediu R$ 5 milhões de indenização e o valor não foi aceito pelo Carrefour, sendo finalizada as negociações em 24 de março, após recusa de R$ 1 milhão. A finalização e entendimento do acordo entre rede de supermercados e viúva de Beto Freitas, as indenizações para os familiares foram encerradas, pois os quatro filhos, a enteada, a neta, a irmã e o pai dele já haviam concluídos os acordos. Com isso, apenas o processo da família de João contra o Carrefour foi encerrado.

Em 19 de novembro de 2020, João Alberto Freitas, 40 anos, foi assassinado por dois seguranças terceirizados do supermercado. Ao todo, seis pessoas foram indiciadas pelo assassinato e delas, os dois seguranças, Giovane Gaspar e Magno Borges, estão presos desde da data do crime.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.