A importância da comunicação antirracista

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Em uma matéria veiculada no site G1, a Globo chama de “estudante” um homem que portava 34 quilos de maconha, em Floresta, sertão de Pernambuco.

Essa é a diferença de tratamento da mídia tradicional, extremamente branca, para as mídias negras. Caso esta proporção de droga fosse apreendida com um negro, ou em alguma favela, qual seria o título? “TRAFICANTE é preso com 34 quilos de maconha”. 34 quilos de droga não é para uso individual e recreativo, é tráfico de entorpecentes. 

Outro ponto a se questionar é por que os “estudantes” presos com drogas nunca são expostos pela mídia tradicional enquanto os “traficantes”, no meio das vilas e favelas, são achincalhados por esses mesmos veículos? 

Ressaltamos que isso não é novidade, muito pelo contrário, já é uma praxe dentro das redações. Para citar apenas um exemplo, em 2015, o mesmo G1 fez duas matérias distintas, falando sobre o mesmo assunto. Em 17 de março, a manchete trazia o texto “Polícia prende traficante com 10 kg de maconha”. Pouco mais  de uma semana após esta prisão e apreensão de drogas, dia 27 de março do mesmo ano, o site jornalístico divulgou outra matéria com a seguinte manchete: “Polícia Prende jovens de classe média com 300 kg de maconha no Rio”. Exatamente! 10 kg já configura tráfico, mas 300 kg, não. O que mostra exatamente o tratamento que é dado a cada tipo de abordagem.

A escritora nigeriana, Chimamanda Ngozi Adichie, escreveu em um artigo, publicado no The New York Times, que o Brasil ainda vive um processo de negação que é reforçado pelos grandes veículos de imprensa. “E assim continuaremos enquanto minimizarmos os preconceitos e isentarmos de responsabilidade uma mídia que, até em pequenos detalhes, dissemina segregação”. 

Deixando bem escuro que o Notícia Preta não está querendo passar pano para nenhum, nem outro, mas sabemos para quem a mídia branca trabalha e como eles vêem os negros e moradores de comunidades periféricas. 

Leia mais o Notícia Preta, e outras mídias negras, e veja a realidade da População Negra.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.