9,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid estão paradas em São Paulo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Nesta quinta-feira (12), o Ministério da Saúde reconheceu que 9,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid, Pfizer e Coronavac, estão paradas no centro de logística, localizado em Guarulhos (SP). A pasta também comunicou que deve liberar 3,6 milhões de doses dos imunizantes ainda nesta quinta-feira para que cheguem aos estados no fim de semana. O Instituto Nacional de Controle de Qualidade da Anvisa ainda não liberou o restante das doses.

Foto Itamar Aguiar Palacio Piratini

Por conta do atraso no envio das doses para estados e municípios, alguns governantes já haviam criticado o Governo Federal e, logo depois, tiveram de suspender a vacinação. No Pará, o governador Helder Barbalho cobrou o Ministério da Saúde e afirmou ser o estado o segundo com menor número de imunizantes em relação ao tamanho de sua população.

Leia também: Brasil chega a 550 mil mortes por Covid-19

No Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes suspendeu a vacinação na quarta-feira (11) e quinta-feira (12). Em São Paulo, o governador João Doria afirmou, pelas redes sociais, que o estado recebeu doses abaixo do que teria direito e relatou: “O Ministério da Saúde não enviou as doses que prometeu enviar a São Paulo. Quero repetir aqui: o Ministério da Saúde descumpriu acordo feito verbalmente comigo e com o doutor Jean Gorinchteyn, feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Não cumpriu e não entregou as doses da vacina da Pfizer que havia prometido, as 228 mil doses”, escreveu.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.