William Waack deve comandar CNN Brasil mesmo depois de episódio racista na Rede Globo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Por Marcos Luca Valentim

O jornalista William Waack está perto de se tornar o principal nome do jornalismo da CNN Brasil. O ex-âncora do Jornal da Globo teve seu contrato com a emissora rescindido após comentários racistas durante a cobertura das eleições presidenciais nos Estados Unidos, mas deverá comandar o jornal no horário nobre do canal. As informações são da jornalista Cristina Padiglione, colunista da Folha de São Paulo.

O âncora deverá comandar o jornal da rede CNN no país – Foto: Divulgação

“A CNN Brasil não comenta nenhuma de suas possíveis negociações. Todas as contratações são oficializadas somente através dos nossos Comunicados Oficiais” – afirmou a emissora, por meio de nota.

Relembre o caso

No dia  9 de novembro de 2017, um vídeo feito durante a cobertura das eleições americanas, em 2016, vazou e viralizou. Nas imagens, pode-se ouvir uma buzina na rua, e Waack, irritado, reclama no estúdio: “Tá buzinando por quê? Ô, seu merda do cacete!” Em seguida, vira-se para o comentarista Paulo Sotero, que o acompanhava na transmissão: “Deve ser um… Eu não vou nem falar, eu sei quem é. É preto! Isso é coisa de preto!”.

A Rede Globo afastou o jornalista de suas funções no mesmo dia e, em 22 de dezembro de 2017, demitiu William.

APOIO-SITE-PICPAY

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.