“Você não vai pedir desculpas?”. Mulher questiona policial envolvido no assassinato de George Floyd

APOIE O NOTÍCIA PRETA
J Alexander Kueng foi visto em um mercado de Minessota e confrontado por uma mulher – Foto: Reprodução Twitter

Uma mulher ficou indignada ao ver J. Alexander Kueng, um dos policiais envolvidos no assassinato de George Floyd, no mercado, fazendo compras. Ele foi reconhecido e confrontado, no último sábado (20). A mulher que fez o registro demonstrou muita revolta quando encontrou o policial e mais ainda quando ele disse que “sentia muito” que ela estava se sentindo tão mal com toda a situação. “Você devia estar preso. Você sente algum remorso pelo que fez? Você não vai pedir desculpas, não vai dizer nada? Esse vídeo vai para a internet”, questionou.

A mulher que faz o registro diz que ele não teria o direito de estar no mercado e o critica por fazer compras como se não houvesse nada acontecendo e questiona sobre o pagamento da fiança. “Como você ousa? Você vai para a cadeia, acredite”, continuou.

Participação no assassinato

No vídeo em que Derek Chauvin assassinou George Floyde, J. Alexander Kueng foi visto com mais dois policiais e não fizeram nada para impedir o crime. Ele será julgado, junto com os outros réus, no final do mês. Os acusados podem pegar até 40 anos de prisão.

O caso

George Floyd ficou por 8 minutos e 46 segundos sob o joelho de Derek Chauvin, no dia 25 de maio, em Minneapolis, Minessota. Ele foi imobilizado por ter tentado passar uma nota de U$ 20 falsa em um mercado local. O vídeo feito por uma adolescente mostra ele dizendo que não conseguia respirar.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.