“Uma dor na alma”, diz mãe de menino de apenas 3 anos, vítima de racismo na internet

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Após a família publicar uma foto da criança em uma rede social, na última segunda-feira (26), o menino, de apenas 3 anos, foi alvo de ataques racistas nos comentários.

O sigilo será quebrado para tentar identificar os criminosos Foto: Reprodução

De acordo com a mãe da criança, que não será identificada para preservar a integridade da criança, ele se sentiu muito mal com os insultos e tem sido uma dor sem tamanho. “Foi como se tivessem cravado uma estaca no meu peito. Uma dor realmente na alma. Como que podem ter um ódio com uma criança simplesmente por ela nascer negra e sendo uma criança de três anos. Meu filho não faz mal para ninguém, é uma criança doce, amigável, sabe? E isso me deixou muito mal, muito mal”, lamenta a mãe em entrevista ao RJ2.

As mensagens contra a criança o chamavam de “macaco” e “deformado”. “É muito importante que as pessoas tenham consciência que esse tipo de agressão, ela fere não só a pessoa a que é dirigido o ataque. Afetam todas as pessoas que amam aquela pessoa, toda uma sociedade que se coloca no lugar, que tem empatia. Então, é necessário, urgente uma mudança. Uma mudança de caráter de pessoas, uma mudança, um aprendizado, porque nós não merecemos esse tipo de ataque”, apontou a mãe.

Leia também: Twitter muda recorte de fotos após mais uma acusação de racismo em algoritmos

Ainda segundo a família, um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática e será solicitada a quebra de sigilo das mensagens para identificar os responsáveis. “Eu acredito que as pessoas possam sim buscar o conhecimento e mudar. O pouco que a gente conversa vai mudar a cabeça de uma pessoa (…) Muita gente acredita ser ‘mimimi’, mas não é. Isso dói, isso fere, isso machuca”, finaliza.

Para a defensora pública Elisa Cruz, é um caso explícito de racismo e que tentam enquadrar como injúria racial. “Houve uma depreciação da pessoa negra em si, agravada pelo fato de que foi um direcionamento contra uma criança. Isso é algo muito sério. Enquanto a gente permanece considerando como injúria racial, existe um dado muito subjetivo que é colocado. E o racismo, ele dá a conotação de que nós vivemos numa sociedade racista e que a prática discriminatória contra pessoas negras é que deve ser combatida por todos nós”, comenta.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.