Travesti é amarrada e agredida com pedaços de madeiras em Teresina (PI)

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Foto: Reprodução/Antra/Instagram)

Paola Amaral, travesti, moradora de Teresina – PI, foi agredida por dois homens com pedaços de madeira. Antes de ser espancada, Paola estava sendo mantida presa e amarrada dentro de um porta malas. Agentes da guarda municipal presenciaram a agressão, mas não impediram que o ato ocorresse. A agressão aconteceu na última segunda-feira (19).

Em vídeo divulgado do momento da agressão, a vítima está com os pés amarrados e é arrastada pelo estacionamento por dois homens. Os guardas municipais estavam presentes na localidade com motos e viaturas, porém, assistiram ao acontecimento e não fizeram nada para proteger Paola. A Associação Nacional de Travestis e Transexuais divulgou em suas redes sociais nota de repúdio cobrando as autoridades por respostas e que os envolvidos sejam presos: “É inadmissível a espetacularização da violência contra pessoas trans de forma pública e aceita de forma naturalizada por quem assiste passivamente esse horror”, diz a nota.

Ao Jornal “Ponte”, a prefeitura informou que os agentes orientaram os homens que desamarrassem a vítima, e que logo em seguida os envolvidos foram encaminhados para delegacia de Polícia Cívil “Em hipótese alguma a Guarda Civil Municipal de Teresina defende que seja feita Justiça com as próprias mãos. Por fim, o comando da GCM vai avaliar se houve falhas no procedimento”, informou a prefeitura.

A Polícia Civil informou que foi aberto inquérito para investigação e não deu mais detalhes sobre o processo.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.