Spotify lança programa de capacitação para jovens negros e indígenas

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Pensando na diversidade e inclusão no meio digital, a plataforma Spotyfy anunciou nos últimos dias a chega ao Brasil do programa Sound Up. O objetivo do programa é amplificar as vozes e ter histórias diversas, que visa alcançar jovens negros e indígenas, além de oferecer treinamentos em uma das alternativas utilizadas hoje como meio de comunicação, o podcast.

Serão 20 selecionados para o projeto, que terão a oportunidade de participar de todo o processo de criação de podcast desde o desenvolvimento das ideias até a edição do material.

Retirando as barreiras de acesso e aprendizagem, o Sound Up, vai oferecer aos selecionados todos os materiais necessários para a execução do workshop, além de ser totalmente gratuito e em português. Os participantes que passarem para a última etapa terão inclusos o deslocamento, hospedagem e alimentação.

Etapas do processo

Os candidatos terão que passar por duas etapas de avaliação, a primeira etapa será realizada de forma virtual entre os meses de agosto e setembro com especialista, onde os participantes vão ingressar no processo de criação de podcast. Os interessados terão oito semanas a para preparação do projeto final.

A segunda e última etapa será realizada de forma presencial em 2021, na cidade de São Paulo, onde os participantes terão uma semana de workshop, painéis e atividades sobre podcasts.

Realizado desde 2018, o programa já aconteceu em países como: Estados Unidos, Alemanha Austrália e Reino Unido.

Inscrição

Negros e Indígenas

Idade: 18 a 30 anos

As inscrições para o programa podem ser feitas até o dia 17 de julho

https://soundupbrasil2020.splashthat.com/

APOIO-SITE-PICPAY

Fernanda De Souza

Graduada em jornalismo pela Centro Universitário Uni-BH, com 7 anos de experiência com Monitoramento de Notícia (Clipping Eletrônico). Atuação na elaboração de análises quantitativas e qualitativas que atende as necessidades da assessoria de comunicação.Vivência com produção e reportagem para revista, na área cultural.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.