“Holograma das Ruas”: artistas projetam tags de pixo na Virada Cultural de SP

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Entre os dias 28 e 29 de maio, a capital paulista recebe mais uma edição da Virada Cultural e, neste ano, a iniciativa ‘Holograma das Ruas’ vai projetar tags de pixo a partir das 18h até as 04h da manhã. As tags, serão projetadas no Vale do Anhangabaú durante shows de artistas  como Tássia Reis, Don L e Margareth Menezes, que representam ritmos urbanos e periféricos anteriormente marginalizados, como ainda é atualmente a pixação dentro da legislação brasileira.

As projeções serão realizadas entre 18h de sábado (28) e 4h da manhã de domingo (29) – Foto: Divulgação

A idealização do ‘Holograma das Ruas’ é de Diogo Terra, responsável técnico pelas projeções, e do pixador e artista visual M.I.A., que também terá suas tags projetadas na ocasião. A produção é de Michelle Serra, em parceria com a também curadora, Vismoart. 

Outro artista que também terá suas tags projetadas será o artivista maranhense Jah no Controle, que também é um dos curadores da ação, ao lado de Fernanda Vismoart, que juntos selecionaram uma gama de outros pixadores para compor os “hologramas”.

Leia também: “Morena?”: espetáculo discute o não-lugar vivido por pessoas negras de pele clara

“O pixo é muito marginalizado na nossa cultura e caracterizado como Crime Ambiental, o que não faz sentido. Porém, quando fazemos uma contraposição de como o ato de pichar é visto no Brasil e por europeus, como os franceses e alemães, nós entendemos a profundidade do debate. Isso porque essa galera é a que mais valoriza a pichação como expressão artística, enquanto no Brasil é criminalizado. E de repente a gente vê essa valorização vindo internacionalmente, com cineastas americanos vindo fazer filme sobre pichação no Brasil, eu mesmo já fiz trampo para artista francês e até mesmo uma capa de disco”, relata M.I.A.

O artivista maranhense Jah no Controle é um dos arte-educadores responsáveis por promover oficinas de arte urbana no centro de São Paulo. “Hoje em dia as artes urbanas estão mais em alta, e há muitas modalidades, sendo inclusive a pixação uma das mais praticadas. E isso vem sendo transmitido de geração em geração, a galera vai transmitindo de um pro outro, e rolam muitas amizades, a maior parte das minhas amizades vieram do meio do pixo”, comenta Jah. 

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.