Sistema de reconhecimento facial do Ceará inclui foto de Michael B. Jordan como suspeito de chacina

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O inquérito que investiga a chacina de Sapiranga, no Ceará, apresenta a foto do ator norte-americano Michael B. Jordan como um dos suspeitos.

Michael B. Jordan é um dos suspeitos da chacina de Sapiranga – Foto: Reprodução

A informação foi divulgada pelo Diário do Nordeste, nesta quinta-feira (6). O ator, de 34 anos, aparece em uma das três fotos disponibilizadas no Termo de Reconhecimento Fotográfico da Polícia Civil do Ceará (PCCE) realizado horas após os crimes.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que a investigação já identificou 28 suspeitos. “Vale ressaltar ainda que o reconhecimento fotográfico é apenas uma das etapas que podem levar ao indiciamento de um acusado. Depoimentos de testemunhas e perícias técnicas nos locais de crime (coleta de impressões digitais, análise de câmeras de segurança, por exemplo) também constituem parte do processo de investigação”, escreveu a corporação.

Não é a primeira vez que fatos como esse acontecem, em outro caso que investiga chacina, desta vez a de Quiterianópolis, ocorrida em 18 de outubro de 2020, a foto de um policial militar, suspeito de participação nas cinco mortes, é comparada com as imagens de três modelos.

“Mesmo sendo um dos mais questionados métodos de reconhecimento de suspeitos, a identificação por fotos continua sendo realizada e mostra, mais uma vez, a fragilidade do sistema de identificação das polícias brasileiras“, afirma Silas Nascimento, advogado criminalista e especialista em direito penal.

Nascimento completa ainda lembrando que a população negra é a que está mais vulnerável para casos como esses. “É notório que os negros são os mais prejudicados neste tipo de reconhecimento e as polícias ainda preferem usar o método para dar uma resposta social”, conclui.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.