Sargento do corpo de bombeiros sofre injúria racial em atendimento

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na última segunda feira (29), o sargento do corpo de bombeiros de Mato Grosso do Sul, Clodoaldo Gomes da silva, foi vítima de injúria racial em um atendimento no município de Corumbá (MS), há 415 quilômetros da capital, Campo Grande.

Clodoaldo Gomes está no Corpo de Bombeiros há mais de 20 anos – Foto: Arquivo Pessoal

Segundo o militar do Corpo de Bombeiros, o homem estava cambaleando e queria atravessar uma via de trânsito rápido e a pé, mas foi impedido. Logo depois, queria entrar no carro e o sargento também negou ao motorista. Ainda de acordo com o militar, foi então que o homem avançou contra ele. “Ele veio pra cima de mim e falou: ‘seu negro, seu negrinho, se não deixar eu sair, vou bater em você'”, contou.

Carro que o acusado dirigia – Foto: Divulgação

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem, de 45 anos, bateu o carro que dirigia em uma árvore, estava sozinho no veículo e recusou ser levado para atendimento médico. A Polícia Militar chegou logo em seguida e o condutor não aceitou fazer o teste do bafômetro e saiu algemado do local. 

O homem foi preso em flagrante por quatro crimes: injúria racial, dirigir embriagado, resistência e ameaça, além de ter sido multado por dirigir sem habilitação.
Após pagar fiança equivalente a cinco salários mínimos, o homem foi solto.

APOIO-SITE-PICPAY

Maysa Lima

Sul mato-grossense, graduada em Ciências Sociais. Em busca de um mestrado que modifique ainda mais o meu modo de pensar e agir. Estudante do cenário religioso e político – principalmente ao que tange as Redes Sociais. Sonhadora e amante do universo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.