São Paulo começa a vacinar jovens entre 12 e 17 anos

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Na manhã desta segunda-feira (16), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou que a vacinação de jovens entre 12 a 17 anos começa na próxima quarta-feira (18). O estado já finalizou a aplicação da primeira dose em pessoas com 18 anos ou mais. Segundo o governo estadual, 91% da população adulta foi vacinada ao menos com a primeira dose.

“A partir desta quarta-feira, iniciaremos a vacinação dos jovens de 12 a 17 anos em todo o estado de Paulo. Alguns municípios solicitaram a autorização e receberam, para iniciar hoje a vacinação dos jovens nessa faixa porque já cumpriram o processo vacinal dos adultos com mais de 18 anos”, disse João Doria durante coletiva de imprensa na sede do Instituto Butantan.

No início do mês, após impasse com o Ministério da Saúde sobre o recebimento de 228 mil doses a menos da Pfizer/BioNTech, o governador chegou a dizer que a data de vacinação dos adolescentes estava “em aberto”, uma vez que a vacina da Pfizer é, até então, a única aprovada para aplicação em crianças e adolescentes no Brasil.

“Eles argumentam que poderiam compensar com CoronaVac, mas isso não contempla o nosso momento de vacinação. A questão é que, para esta faixa [adolescente], só temos um imunizante”, disse Regiane de Paula, coordenadora do PEI (Programa Estadual de Imunização), ao UOL. O Instituto Butantan, que produz a CoronaVac, já entrou com pedido de aplicação da vacina para crianças e adolescentes e espera receber uma resposta nesta semana. “Se for aprovado, aí temos um novo cenário”, afirma ela.

vacinar jovens
Foto: Divulgação Prefeitura de Bertioga

Leia também: Vacinação contra a Covid-19 tem mais imunizados em bairros nobres de São Paulo

“Nós esperamos que eles entreguem proporcionalmente, para que não tenha problema, no futuro, com segunda dose”, disse Regiane. O estado diz que a segunda dose para quem tomou Pfizer está garantida, mas joga a responsabilidade para o ministério.

A princípio, a única vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a ser aplicada nesta faixa etária é a Pfizer. O uso da Coronavac está em análise pela agência. O pedido de uso em crianças e adolescentes na faixa de 3 a 17 anos foi feito dia 30 de julho.

Até este domingo (15), 69,62% da população de São Paulo se vacinou com ao menos uma dose, e 27,85% estão com a imunização completa.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.