Rio tem a primeira turma de capelães afro para hospitais e presídios

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Pacientes em hospitais públicos e pessoas privadas de liberdade no Rio de Janeiro poderão receber apoio espiritual de religiões de matriz africanas.

A primeira turma de capelães afro recebeu seus certificados na última quinta-feira em uma cerimônia de formatura realizada no Ilê Axé Omon Oyá Legi, em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Foram graduados 70 babalorixás e yalorixás. A responsável pelo curso é Márcia Moura, a primeira capelã de culto de matriz africana no Rio.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.