Quilombo Santa Rosa dos Pretos no Maranhão pede ajuda para enfrentar a Covid-19

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Cerca de 700 famílias que vivem no território quilombola de Santa Rosa dos Pretos, no município de Itapecuru-Mirim, a 86 km de São Luis do Maranhão, estão precisando de ajudar para garantir as condições mínimas de isolamento social. Sem trabalho e formas de geração de renda, a população pede ajuda para enfrentar a Covid-19. Uma campanha foi lançada para arrecadar recursos para compra de itens de alimentação e montagem de cestas básica para distribuição.


O quilombo Santa Rosa dos Pretos é uma comunidade de muita relevância política e cultural para o estado do Maranhão e também para o Brasil. A população vive às margens da BR-135, num território que enfrenta dificuldades de acesso a direitos básicos, como saneamento e distribuição de água e energia. E, por este motivo, são prejudicados diretamente na execução de cuidados mínimos indicados pela Organização Mundial de Saúde no combate do novo coronavírus.


“A gente tenta se isolar o máximo possível, mas a nossa situação ecoômica é muito precária. Meu momento é de fazer apelo a todos que valorizam a vida. A gente gostaria muito que fossem feitas doações para podermos nos manter, até que a gente consiga acesso a alguma política do governo”, declarou Anacleta Pires da Silva, mulher quilombola e líder comunitária em vídeo da campanha

Quilombo Santa Rosa dos Pretos pede ajuda para enfrentar pandemia do novo coronavírus

Como os recursos serão distribuídos?

Cada família, com cerca de 5 a 10 pessoas, terá acesso a uma cesta básica que dura aproximadamente 15 dias. Com os recursos arrecadados na campanha, a comunidade pretende montar e distribuir 240 cestas básicas, suficiente para manter 120 famílias por 15 dias. 

Quem realiza a campanha?

Somos um grupo de pessoas que atuam nos setores da cultura e dos movimentos sociais. Conhecemos a comunidade Santa Rosa dos Pretos em 2015, para a gravação do curta-metragem Guardiões de Santa Rosa. Em 2016, desenvolvemos o projeto Crioula Reinado. Em 2018 a equipe criou a campanha de financiamento coletivo Rega Santa Rosa, que ficou conhecida nacionalmente e foi responsável pela construção de 15 poços artesianos no território.


Conheça Santa Rosa dos Pretos

A comunidade quilombola Santa Rosa dos Pretos está localizada às margens da BR 135, no interior do Maranhão, e é reconhecida pela riqueza e força de sua cultura. Em festejos, e também na linha de frente de manifestações por mais direitos sociais, o Tambor de Crioula e as saias das coreiras estão sempre presentes e tem sido um dos principais instrumentos de desenvolvimento da comunidade. As suas festas, suspensas no período da pandemia,  atraem pessoas de diversos lugares do Brasil. Apesar de pouca estrutura, realizam muito por possuírem saberes ancestrais muito diversos. Dentro da comunidade estão pessoas que constróem casas, poços, plantam, cozinham, costuram, fazem tambores, remédios, artesanatos. A abundância está nas pessoas de lá.

Para mais informações, fale com a gente
resistenciaquilombola@gmail.com

APOIO-SITE-PICPAY

Thiago Augustto

Um filho negro adotado. Thiago Augustto faz questão de marcar sua existência pela raça e pela oportunidade de viver. Transformou o tabu da adoção num grande motivo de orgulho. É criador de conteúdo e palestrante. Se formou em jornalismo em 2014, desde então, trabalha na TV Globo Recife, atuando como produtor e repórter. No Notícia Preta, é editor e coordena os colaboradores das regiões norte e nordeste. Em 2021, criou o Futuro Black - um banco de talentos e de fontes profissionais pretas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.