“Preto”: Jogador português Sandro Cruz denuncia insultos racistas em partida 

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O jogador português Sandro Cruz, do clube Benfica B, foi alvo de insultos racistas durante partida realizada contra o Rio Ave pela Liga Portuguesa de Futebol, neste domingo (17). O esportista utilizou as redes sociais para denunciar o fato: “Hoje infelizmente passou-se mais um episódio NOJENTO na nossa sociedade e no nosso desporto por isso é que continua como está… mas continuamos a ser hipócritas o suficiente para dizer que não somos um país racista! Espero bem que a Liga tome medidas severas para com este incidente e que o Rio Ave jogue à porta fechada durante muito tempo! Pior é saber que uma massa associativa apoia um clube que está cheio de profissionais “Pretos” mas ousam chamar-me preto! Que este episódio seja para refletir e saber que somos muito melhores que isto… e que as campanhas de “Racismo Não” acabe! Porque é só para fechar os olhos… porque continuam tantos racistas por Portugal fora!”, escreveu o atleta em publicação no Instagram. 

O jogador português Sandro Cruz. Foto: Reprodução Redes Sociais

O momento dos insultos racistas vindo dos torcedores do clube da casa ocorreu quando Sandro foi substituído aos 15 minutos do segundo tempo do jogo, que venceu o jogo por 2 a 1. Vale lembrar que aos 20 anos, Sandro Cruz fez toda a categoria de base no Benfica. Na atual temporada, pela equipe B, atuou em 24 jogos e deu três assistências. Sandro Cruz é internacional sub-17 e sub-16 por Portugal, tendo começado no Sporting de Braga antes de chegar ao Benfica em 2014, para os sub-15. Tem 35 jogos pela equipa B dos ‘encarnados’. 

Leia também: Apenas 20% dos casos de racismo no futebol resultam em punição

Diante do episódio, o clube Rio Ave emitiu nota condenado o ato, demonstrando solidariedade ao atleta. Veja abaixo o comunicado:  
 
“O Rio Ave FC não se revê em qualquer atitude de teor racista ou desrespeitosa para com qualquer pessoa. 
 
Os nossos valores e alicerces assentam no respeito profundo, na integração, na aceitação e na perfeita convivência de todos. Sempre o foi e sempre o será. É uma pedra basilar da nossa filosofia de vida. 
 
Repudiamos qualquer ato de racismo, xenofobia ou outro que vise ofender ou ostracizar alguém. 
 
Os temas raça, religião, opção ideológica, política ou orientação não são sequer assunto. 
 
Sempre tivemos e temos atletas de várias nações, crenças e etnias que foram e são ídolos dos nossos adeptos e acarinhados por todos. 
 
No seguimento das notícias hoje vindas a público, após o encontro da 30ª jornada da Liga Portugal SABSEG, diante do SL Benfica B, o Rio Ave FC sublinha que não se apercebeu, no decorrer do encontro, de qualquer ato de racismo para com o atleta Sandro Cruz. 

Demonstramos toda a nossa solidariedade para com o atleta do SL Benfica, prontificando-nos a colaborar com as autoridades na identificação dos presumíveis perpetradores de atos indignos, de forma a serem culpabilizados por tal. 

 
Contudo, alertamos também que não se pode confundir a árvore com a floresta, pelo que um ato isolado não deve ser atribuído à instituição Rio Ave FC nem à generalidade dos seus adeptos, que conosco partilham dos mesmos princípios e valores.” 

APOIO-SITE-PICPAY

Wellington Andrade

Jornalista formado pela FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso) e pedagogo pela UERJ. Atualmente escreve para o Portal Notícia Preta e atua no segmento de assessoria de imprensa em parceria com a agência Angel Comunicação. Possui passagens por diferentes veículos como repórter, produtor e apurador, dentre eles TVs Record, SBT e Rede Vida de Televisão, além das rádios Bicuda FM, Nativa FM, Tupi AM e FM, Revista Ziriguidum Nota 10 e no portal especializado em Carnaval SRZD, do jornalista Sidney Rezende. Instagram: @reporterwellingtonandrade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.