Porto Maravilha inaugura painel com imagens de lideranças negras

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Distrito de Arte do Porto, um corredor cultural com atividades de empreendedorismo e gastronomia urbana, localizado na região Central do Rio de Janeiro, inaugurou o painel ”Visões de Resistências, Sonhos de Liberdade”. Trata-se de uma pintura homenageando grandes lideranças negras.

No mural, o grande destaque da arte é o pastor Martin Luther King Jr., que aparece ao lado de Rosa Parks, ativista afro-americana. Quem também ganha destaque é o político John Lewis. A pintura também homenageia grandes nomes dos movimentos negros do Brasil como a jornalista e professora Antonieta de Barros, que foi uma das primeiras mulheres eleitas no país e Anastácia, a escravizada, santa e heroína. A obra também mostra o Cais do Valongo e homenageia o movimento antirracista Black Lives Matter. 

O nome do painel: “Visões de Resistências, Sonhos de Liberdade” foi escolhido pelo público em uma campanha realizada nas redes sociais mídias sociais.

O pastor Martin Luther King Jr. aparece ao lado de Rosa Parks, ativista afro-americana; a jornalista e professora Antonieta de Barros e a escravizada Anastácia recebem destaque  Foto de Carlos Kulps / Divulgação

Lugar de resistência:

O painel fica localizado na Avenida Professor Pereira Rei – região conhecida como Pequena África -, que foi um espaço de inúmeros marcos da luta de africanos escravizados no Brasil. Próximo ao painel e que também está homenageado na obra, encontra-se o Cais do Valongo, que foi o principal porto de entrada de escravos do continente americano e hoje é reconhecido como Patrimônio Mundial pela Unesco.

A pintura é uma iniciativa do Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro em parceria com o Núcleo de Ativação Urbana (NAU), da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp), que é o órgão responsável pelo Porto Maravilha, e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

APOIO-SITE-PICPAY

Thiago Augustto

Um filho negro adotado. Thiago Augustto faz questão de marcar sua existência pela raça e pela oportunidade de viver. Transformou o tabu da adoção num grande motivo de orgulho. É criador de conteúdo e palestrante. Se formou em jornalismo em 2014, desde então, trabalha na TV Globo Recife, atuando como produtor e repórter. No Notícia Preta, é editor e coordena os colaboradores das regiões norte e nordeste. Em 2021, criou o Futuro Black - um banco de talentos e de fontes profissionais pretas.

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.