Pandemia: rendimento médio do brasileiro cai 3,4%, afirma IBGE

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) publicou, na última sexta-feira (19), um levantamento em que mostra que o rendimento médio do brasileiro caiu 3,4% no ano de 2020, se comparado ao ano de 2019, atingindo o menor valor desde 2012, quando iniciou a série histórica.

O rendimento no Sul foi o que mais teve queda, 4,3% – Foto: Pexels

De acordo com os dados, o rendimento mensal médio real passou de R$ 2.292 em 2019 para R$ 2.213, em 2020, quando era estimado em R$ 2.250 (já descontada a inflação do período). Este recuo corresponde a uma queda de 3,4%, considerada a mais intensa.

Segundo o IBGE, as exceções foram em decorrência do pagamento do auxílio emergencial, criado pelo governo para socorrer a população mais vulnerável diante da crise sanitária, que foi enquadrada como “outros rendimentos”, uma vez que não são regulares.

Leia Também: 96% dos brasileiros apoiam as cotas raciais, afirma levantamento

A redução nos rendimentos médios foi praticamente generalizada quando se fala em regiões brasileiras. No Sudeste, houve uma queda de 4,7% e no Sul -4,3%, onde o recuo foi mais intenso que a média nacional. No Centro-Oeste, a reduçao foi de 3,3%, equivalente à do país. A região Norte, por sua vez, registrou estabilidade do indicador, enquanto no Nordeste ele apresentou aumento de 1%, muito provavelmente devido à região ser a que mais fez uso do Auxílio Emergencial, segundo dados do IBGE.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.