“Nossos quilombos estão crescendo e os meninos estão nascendo nos quilombos e seus valores estão lá”, afirma Damares em polêmica reunião ministerial

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A ministra usou seu tempo para questionar o crescimento de crianças quilombolas, falar em “endurecer” com governadores e dizer que indígenas foram contaminados propositalmente

Damares já esteve envolvida em muitas polêmicas desse governo. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Em um trecho do vídeo da reunião ministerial com o presidente Jair Bolsonaro, divulgado nesta sexta-feira (22), a ministra Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, mostra descontentamento com o fato de crianças quilombolas crescerem com os valores do quilombo.

“Então, tudo que nós formos construir, nós vamos ter que ver, ministro, a questão dos valores também. Nossos quilombos estão crescendo e os meninos estão nascendo nos quilombos e seus valores estão lá. Então, tudo vai ter que ver a questão dos valores”, disse Damares.

A ministra ainda afirmou que indígenas foram contaminados pelo coronavírus, propositalmente, com o intuito de incriminar o governo. O material foi veiculado hoje sob ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Melo.

Em outro momento, Damares afirma que vai pedir a prisão de governadores. “A pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos. E nós tamo subindo o tom e discursos tão chegando. Nosso ministério vai começar a pegar pesado com governadores e prefeitos”, disse a ministra.

Em 2019, Damares foi acusada por índios Kamayurá de sequestrar uma criança da aldeia. Segundo reportagem da revista Época, Damares teria sequestrado a filha adotiva Kajutiti Lulu Kamayurá, atualmente com 21 anos, quando possuía apenas 6, em 2005.

APOIO-SITE-PICPAY

Louise Freire

Jornalista e apaixonada por livros. Concluiu sua graduação em 2016 e no mesmo ano estagiou em uma revista. Participou da produção de um programa da TV Brasil e trabalhou como produtora audiovisual.

2 Comments

  • Luisa Pimentel

    (25/05/2020 - 12:47)

    É nisso que dá um país governado por gente cruel e preconceitousa. Essa senhora não tem nem vergonha de ser tão racista. Primeiro perseguiu os indígenas e agora quer perseguir os quilombolas. Inacreditável! O que mais essa gente tem q fazer antes de ser interditada? Depois as pessoas não entendem (ou fazem de conta q não entendem) a importância fundamental dos direitos humanos. E só pra esclarecer, os quilombolos não são seus! #caiforadamares #damaresracista

  • […] o atual governo ter iniciado o processo de destruição de quilombos e reservas indígenas? Nas palavras da ministra Damares, inclusive, eles não compartilhariam dos mesmos valores do “Povo […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.