“Neguinho” e “praga”: cantor Chico César sofre comentários racistas durante Live

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O cantor e compositor Chico César foi alvo de comentários racistas durante uma Live para um programa da Rádio Conde, no litoral Sul da Paraíba. O fato aconteceu na última segunda-feira (15), mas ganhou repercussão nesta quarta-feira.

Chico Cesar não quis repercutir as falas do apresentador – Foto: Reprodução

As palavras foram ditas num momento em que se discutia sobre carnaval e, então, o apresentador Byra Jacuamã disse que acabaram com o carnaval na Paraíba. “Acabaram com nosso carnaval, que era nosso cartão postal. Fizeram um carnaval para eles. Era aquele negrinho tocando violão nu, como era o nome dele, de Catolé do Rocha? Esqueci o nome daquela praga, ninguém se lembra mais dele. Deixa para lá”, afirmou o apresentador.

Leia também: Chico César grava álbum em Paris com pianista Ray Lema e outros músicos africanos

Após ser repreendido em suas redes sociais, Byra publicou uma nota falando a respeito do caso. “Chico, não gostar das suas músicas não me dá o direito de agir assim contra você. Por isso peço desculpas pela insanidade que dias atrás fiz contigo, até porque já sinto isso na pele desde que nasci”, publicou em suas redes sociais. 

O cantor não se manifestou a respeito do conteúdo e disse ao G1 que “as imagens falam por si só”. Além disso, a prefeitura do Conde publicou uma nota afirmando repudiar qualquer tipo de prática preconceituosa. 

APOIO-SITE-PICPAY

Bruna Rocha

Bruna Rocha é a idealizadora do projeto fotográfico Um Olhar Preto, que tem como principal objetivo enaltecer e destacar as múltiplas belezas negras. Além disso, Bruna cursa Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Jorge Amado, em Salvador/BA. Trabalhou como Repórter para Rede Bahia, também prestou serviços para Agência Mural de Jornalismo das periferia, atua como designer gráfico e filmaker.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.