Após afirmar que o Enem “está a cara do governo”, Bolsonaro nega comentários

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Às vésperas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Bolsonaro diz que “ativismo político e comportamental” são questões do exame. Porém, durante viagem para o Catar, nesta quarta-feira (17), Bolsonaro nega ter visualizado o questionário da prova e afirmou. “Não, não vi e não tenho conhecimento”, diz. 

O Inep, órgão responsável pela prova, declarou, na semana passada, ter sofrido pressão governamental para que selecionassem vigilância velada para conteúdos polêmicos que eventualmente incomodariam o governo. O exame será realizado nos dias 21 e 28 de novembro e passa por uma crise, com a exoneração de 35 servidores do Órgão.

Leia também: Em audiência pública, presidente do Inep pede “calma” e diz que Enem será realizado normalmente 

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, ao justificar a fala de Bolsonaro à Comissão de Educação da Câmara, afirmou que o “exame está ficando a cara do governo no quesito competência, honestidade e seriedade”, disse.  

Mesmo estando no Catar, Bolsonaro se mantém fazendo comentários a respeito do Enem. “Olha o padrão do Enem do Brasil. Pelo amor de Deus! Aquilo tem algum conhecimento, ou é ativismo político? Ou é ativismo também na questão comportamental. Não precisa disso”, disse Bolsonaro. 
Assista ao vídeo : Bolsonaro: Enem começa a ter cara do governo

APOIO-SITE-PICPAY

Bruna Rocha

Bruna Rocha é a idealizadora do projeto fotográfico Um Olhar Preto, que tem como principal objetivo enaltecer e destacar as múltiplas belezas negras. Além disso, Bruna cursa Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Jorge Amado, em Salvador/BA. Trabalhou como Repórter para Rede Bahia, também prestou serviços para Agência Mural de Jornalismo das periferia, atua como designer gráfico e filmaker.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.