“Me vejo num lugar que também me pertence enquanto artista”, diz Késia Estácio que estreou esta semana no humorístico ‘Fora de Hora’, na TV Globo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Após percorrer dezenas de cidades brasileiras com o premiado ‘Musical Elza’, a atriz Késia Estácio começa 2020 no humorístico “Fora de hora”, que estreou na última terça-feira (21), na TV Globo. No programa, Késia interpreta a repórter Patricia Evelyn, que faz coberturas absurdas para um telejornal que brinca com os arquétipos do telejornalismo. Para viver sua personagem a atriz teve como referência importantes jornalistas: “Monique Evelle, Maju Coutinho, Dulcineia Novaes, Joyce Ribeiro, Ana Paula Santos, Luciana Barreto, Zileide Silva e claro Gloria Maria são algumas das profissionais que tenho como exemplo no jornalismo brasileiro”, conta.

Késia Estácio em Fora de Hora

Esta não é a primeira vez que Késia Estácio participa de um programa na maior emissora do país. Em 2012, ela foi uma das finalistas do primeiro ‘The Voice Brasil’.

Natural de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Késia começou no teatro na companhia ‘Nós do Morro’, na favela do Vidigal. Independente desde muito jovem, Késia acredita ser uma pessoa que “aproveita as oportunidades”, que a vida oferece.

Sobre seu papel no humorístico, Késia tem consciência do lugar que ocupa hoje: “Me vejo num lugar que também me pertence como artista e como mulher negra que não está atuando em situação jocosa. Não me considero humorista. Sou uma atriz que dialoga com os gêneros e desafios que me são oferecidos pela vida. Devo isso a escola de teatro ‘Nós do Morro’. Aproveito para enaltecer algumas manas que são referência pra mim: Carla Cristina, Thalita Carauta e Mary Sheilla”.

Quem segue a atriz nas redes sociais vê uma mulher divertida, que trabalha, é independente e para muitos uma referência de determinação. Para Késia, esse status de ‘mulher forte’ não é uma escolha: “Sou forte porque tenho que ser forte. Queria que fosse opcional, mas não é. Vocês assistiram a cena de Jessica Ellen com Regina Casé na novela ‘Amor de Mãe? Se não, assistam! É bem isso’, desabafa a atriz referindo-se a cena onde a personagem Camila (Jéssica Ellen) questiona por que mulher tem que ser forte.

Késia Estácio – Foto: Bruno Gomes

Késia conta que ao longo da vida foi se encontrando aos poucos com sua ancestralidade: “Sempre soube que sou uma mulher negra retinta. Mas o racismo enlouquece, isso quando não mata. Mata sua beleza, alto estima, prazer de estar no coletivo, coloca a prova sua capacidade e intelectualidade. Na minha caminhada fui me encontrando, fazendo um resgate com a minha ancestralidade, me enxergando, tomando de volta o que me foi roubado”, conta.

2019 foi um ano de muito trabalho para a artista: Musical Elza, música em malhação, sucesso com ‘Encosta’, lançamento do single ‘Quando penso em você’ com clipe no youtube, capa da revista Raça, participação na série Shippados na Globoplay e para encerrar o ano foi selecionada para o ‘Fora de Hora’.

“Foi um ano de colheitas e novas sementes inesperadas. Finalizando meu ciclo com ‘Elza’, agradecendo por ‘Encosta’ ter entrado na temporada de ‘Malhação’ do meio de 2018, junto com minha parceira Jeniffer Dias, que estava também estreando a temporada da novela. Clipe, single, revista… Algumas coisas programadas outras foram acontecendo no fluxo. Então, eu não senti a intensidade, acho que fui vivendo em tempo real. Fui selecionada para fazer um teste para o elenco do ‘Fora de Hora’, estudei e passei. Sou muito grata por esse movimento todo. Como filha de Oxumare (Orixá símbolo da continuidade e da permanência que representa a riqueza e a fortuna) eu nem gosto né? Fechei o ano feliz e começo com a mesma energia. Esse é o caminho natural das coisas. Pra mim sempre foi”, finaliza Késia.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e com especialização em audiovisual pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, assessora de imprensa e idealizadora do portal Notícia Preta, um site de jornalismo colaborativo. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.