Censo Agropecuário aponta que negros são maioria no mercado agrícola, mas recebem menos

APOIE O NOTÍCIA PRETA


 Pela primeira vez na história do país, a cor e a raça de mais de 5 milhões de produtores agrícolas do país foi analisada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). O Censo Agropecuário de 2019 divulgou que pretos e pardos são maioria no mercado agropecuário, porém minoria na direção de grandes estabelecimentos.

Negros são maioria no mercado agropecuário, mas minoria nas grandes empresas. Foto: Simone Mello/ Agência IBGE

De acordo com o Censo/2017, 52,8% dos produtores eram negros e 45,4% eram brancos, numa distribuição semelhante à da população do país, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).


Entre os produtores que dirigem propriedades com até cinco hectares, a população preta ou parda é maioria, com 65% contra 32,4% de brancos. Nos estabelecimentos agropecuários de 50 a mil hectares, 57,1% são dirigidos por produtores brancos, contra 41,5% de pretos ou pardos


APOIO-SITE-PICPAY

Maysa Lima

Sul mato-grossense, graduada em Ciências Sociais. Em busca de um mestrado que modifique ainda mais o meu modo de pensar e agir. Estudante do cenário religioso e político – principalmente ao que tange as Redes Sociais. Sonhadora e amante do universo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.