Jogadores de clube da Espanha trocam nomes nas camisas por insultos racistas

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O clube Alma de África, da cidade de Jerez de La Frontera, que disputa a terceira divisão do campeonato espanhol, substituiu os nomes dos jogadores nas camisas por insultos racistas e xenófobos. O time entrou em campo no jogo contra o Algaida com os termos que são dirigidos a eles durante as partidas ou mesmo no dia a dia. Nas camisas estavam os nomes: Escravo, Negro, Gorila, Nigga, Índio, Ilegal, Imigrante, Escória e Sem Papéis.

Time espanhol com os insultos nas camisas – Foto: Mais Futebol

O placar não foi nada favorável ao Alma de África, que perdeu a partida por 6 a 1 para o adversário, mas se no resultado houve derrota desportiva, os jogadores do Alma de África marcaram um gol contra o racismo. “Fizemos isso para dizer a todo o mundo que não somos delinquentes. Somos pessoas, não magoamos ninguém. Contudo, ouvimos estes insultos, é algo que nós sofremos”, afirmou Eric Amang, zagueiro do Alma de África, ao jornal espanhol El País.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.