Jogadora da seleção brasileira acusa segurança de racismo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A atacante Ludmila, jogadora do Atlético de Madri, acusa um segurança de um mercado na Espanha de racismo. Em um vídeo postado no Stories do Instagram, ela relatou que estava sendo seguida pelo homem no interior do mercado. “Quando vocês tiverem um segurança atrás de vocês, aí vocês me falam. É sempre a mesma coisa. Sempre que entro num mercado tem um segurança para me vigiar. Não é brincadeira. Não é só no Brasil não. Mal piso em um mercado já tem um segurança atrás de mim”, afirmou. 

Em vídeo, Ludmila ironiza a presença do segurança próximo a ela – Vídeo: Reprodução Redes Sociais

Ludmila afirmou, em entrevista ao portal Uol Esportes que esse tipo de situação é corriqueira, tanto na Europa, quanto no Brasil. “Eu vou ao mercado quando esqueço de alguma coisa ou quando acaba alguma coisa que eu preciso comprar. E é sempre a mesma coisa. Eu sempre falei: ‘meu, é o trabalho dele!’. Mas por que será que eu ponho isso na minha cabeça sendo que eu sei que não é o trabalho ele? Sendo que eu sei que é por causa da minha cor”, questionou. 

Ainda de acordo com Ludmila, o segurança não fez nenhuma questão de disfarçar que estava a seguindo durante sua permanência no local e disse que a situação é “horrível e constrangedora” e decidiu gravar para expor a atitude do segurança. “Queria ter filmado sempre ele me seguindo, mas ficaria muito chato. Eu não gosto, porque às vezes é melhor você ficar calado. Nós, negros, precisamos lutar para acabar com isso, mas não vai acabar. A gente sabe que isso não vai acabar, nem fazendo vídeo, nem protestando. Essa mudança vem de dentro, vem das pessoas se colocarem no seu lugar”, finalizou.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

  • Continuemos a votar em gente branca e essa situação continuará! Enquanto não tivermos pessoas negras com consciência negra, que façam leis mais duras e/ou exigir q se cumpram as q já tem, continuaremos assim!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.