Irmão de George Floyd pressiona autoridades: “É isso que um homem negro vale? Vinte dólares?”

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Por Danilo Pereira Lima

O irmão de George Floyd está pressionando as autoridades por uma mudança permanente no sistema de segurança americano. Philonis Floyd testemunhou no Comitê Judiciário da Câmara, na última quarta-feira (10), em Capitol Hill. O testemunho veio apenas um dia após o enterro de seu irmão mais velho.

“É isso que um homem negro vale? Vinte dólares? Estamos em 2020, já chega! As pessoas que marcham nas ruas estão dizendo a vocês: basta!” afirmou Philonis. O valor de 20 dólares é referente à nota falsificada que George utilizou antes da abordagem que levou ao seu assassinato.

Philonis Floyd, irmão de George Floyd, teceu duras críticas às autoridades (Foto: Reprodução / Internet)

A audiência sobre práticas de policiamento e prestação de contas foi realizada dois dias após a introdução do Partido Democrata no Ato de Justiça de Policiamento de 2020, que prevê a proibição de estrangulamentos por parte de oficiais da polícia, criando um registro para rastrear oficiais com histórico de má conduta e eliminando proteções legais para policiais americanos.

Os agentes envolvidos no assassinato de Floyd foram acusados criminalmente: Derek Chauvin está sendo processado por assassinato por ajoelhar no pescoço de Goerge durante nove minutos; os outros três policiais – Thomas Lane, Alexander Kueng e Tou Thao – estão sendo acusados por participação no homicídio. Lane foi solto na última quarta-feira após pagar fiança de 750 mil dólares.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.