Investimento no Brasil retrocede 20 anos e país cai 5 posições no ranking global

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Brasil despencou cinco posições no ranking de Investimento Estrangeiro Direto (IED), que em números representa 62%, conforme aponta os dados do Monitor de Tendências de Investimentos Globais, o menor patamar em duas décadas.

No Brasil em 2020 o país fechou o ano com U$ 25 bilhões em investimentos estrangeiros, o que representa uma queda 50,6% em relação ano ano de 2019, tirando o país da 6° posição do ranking e colocando-o no 11° lugar.

O relatório indica que as medidas de combate a pandemia, reduziu a velocidade e projetos e investimentos já existentes, e fez multinacionais repensarem seus novos projetos, a queda de investimentos estrangeiros foi global, na América Latina o fluxo de investimentos reduziu em 45% no ano 2020, na África a queda foi de 16%, na Europa 80% e na América do Norte 42%, os Estados Unidos segue no topo dos países que recebem mais investimentos estrangeiros.

A expectativa é que neste ano de 2021 os investimentos estrangeiros globais cresçam entre 10% e 15%, já para 2022 a espera-se que os investimentos voltem ao patamar de 2019 a US$ 1,5 trilhão

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.