Flipelô traz atrações negras na programação principal

APOIE O NOTÍCIA PRETA

 A 3ª Festa Literária Internacional do Pelourinho – FLIPELÔ acontece de 7 a 11 de agosto, em Salvador, ocupando diversos espaços do Centro Histórico. Com uma programação cheia de literatura para todos os gostos e idades, além de apresentações teatrais, musicais, exposições e uma rota gastronômica, a FLIPELÔ também abriu espaço para artistas, escritores, intelectuais e ativistas negros. Entre os participantes estão músicos e escritores como Martinho da Vila, Ana Maria Gonçalves, Vilma Reis e Denise Carrascosa. Confira algumas das atrações:

Foto: Leto Carvalho/Divulgação

Na abertura, na quarta-feira (07), a Feira trouxe a apresentação musical Poema Sinfônico para Castro Alves com a Orquestra Afrosinfônica – Maestro Ubiratan Marques, no Largo do Pelourinho – Palco FLIPELÔ.

Nesta quinta-feira (08), é possível fazer uma visita guiada ao acervo da Casa do Benin, às 11h e 15h. No mesmo local, às 14h, tem a Oficina de Etnogastronomia com Angélica Moreira da Ajeum da Diáspora trazendo os doces e sobremesas cocada preta, doces de banana, creme mármore. Já às 16h, na Igreja do Rosário dos Pretos haverá o lançamento de livros com Irê Ayó: Uma Epistemologia Afro-Brasileira da Vanda Machado e Suburbano Rico em Poesia do Paulo Cezar. No mesmo horário, às 16h, no espaço das editoras baianas na Escola de Medicina terá o bate-papo “A discriminação do negro no livro didático” com as Doutoras Lívia Natália e Ana Célia Silva. Às 18h, no Teatro SESC–SENAC Pelourinho é esperada a mesa de debate com o tema “Literatura que dá samba? Somos muitos Martinhos e Helenas” com Martinho da Vila e Helena Theodoro.

A sexta-feira (09), traz de 9h às 12h a mesa de debate “Literatura Griot: o legado de Makota Valdina” na Igreja do Rosário dos Pretos com Aline França, Denise Carrascosa, Vilma Reis, Iyalorixá Jaciara Ribeiro – Mãe Jaciara, Lindinalva de Paula, Annie Ganzala, Isabela Sanches, Angélica Pinto, Nilsa Bomfim, Ana Célia e Lindinalva Barbosa na mesa. Além das intervenções artísticas de Slam e poesia e Coletivo ZeferinaS, mais a participação musical da Rita Braz. Às 15h, no Café Teatro Zélia Gattai, acontece a performance teatral com leituras Pretas de Castro Alves: “A Voz da Poesia na Reconstrução do Brasil!”, apresentada pela Companhia Beluna de Arte. 

Ainda na sexta-feira, a FLIPELÔ apresenta, às 17h, na Igreja do Rosário dos Pretos, o Sarau da Onça, às 17h. O grupo participa do evento desde a primeira edição. Sandro Sussuarana, poeta e um dosidealizadores do Sarau da Onça, fala da felicidade em participar da feira literária e poder representar uma parcela da população que faz poesias das suas vivências. 

“É uma imensa felicidade em participar e saber que a nossa poesia está sendo vista e de alguma forma valorizada. Todas as vezes que somos convidados a participar de um evento como FLIPELÔ, com alcance internacional é mais uma forma de mostrar o quanto a periferia produz e produz com muita qualidade e profissionalismo, completa o poeta.

No sábado (10), o evento conta com a Narração de historias com vovó Cici, na Galeria Solar Ferrão, às 10h. Já às 14h, no Teatro SESC–SENAC Pelourinho a mesa de debate “(In)visibilidades sociais: a literatura como espaço de vozes historicamente silenciadas” traz a escritora paulista Ana Maria Gonçalves e o baiano Itamar Vieira Junior, com mediação de outra baiana Rosinês Duarte. Sendo que, às 18h, na Casa do Benun terá apresentação musical das VisiOOnárias, uma dupla que produz rap. E às 21h, a atração musical do Largo do Pelourinho é por conta de Gerônimo, Meninos do Pelourinho fazendo um tributo a Irakitan Sá.

O último dia da feira literária, domingo (11), começa com uma roda de conversa musicada de poesia e música negra na Casa do Benin, às 10h, com as presenças de Mateus Aleluia, Chicco Assis e convidados. Ainda na Casa do Benin, às 14h, haverá a performance Fragmento de Minas de Conceição Evaristo com Vera Lopes e Emilie Lapa. Já na Casa Amarela, às 15h, acontece a oficina de Boneca Obayomi com o artista plástico Adilson Passos. 

Mais informações no site do evento: www.flipelo.com.br/

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.