Filme com Will Smith não será mais gravado em estado americano que aprovou lei que dificulta votos

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O filme “Emancipação”, estrelado por Will Smith, não será mais gravado no estado da Geórgia, EUA. O motivo da desistência foi a aprovação de uma lei eleitoral no estado, que fica no sul dos Estados Unidos, que aumenta as exigências para algumas modalidades de votação, principalmente, por correio. Segundo opositores à medida, ela dificulta a participação de determinados grupos nas votações que já têm historicamente os seus direitos violados, como os negros.

Algumas mudanças são: quantidade menor de urnas, tempo mais curto para o envio do voto antecipado e exigências de identificação mais rigorosas. Além disso, não será permitido oferecer água e alimentos a eleitores que estiverem nas filas. Recentemente, o The New York Times fez uma análise e mapeou 16 questões que dificultam o direito ao voto.

De acordo com um informe enviado à agência AFP, o diretor do filme, Antoine Fuqua e Smith afirmaram que “não podemos, em sã consciência, fornecer apoio financeiro a um governo que promulga leis eleitorais regressivas destinadas a restringir o acesso dos leitores”.

O filme

Baseado em fatos reais, o novo filme com Will Smith conta a história de Peter, representado pelo ator, que é escravizado e tenta encontrar meios para lutar por sua liberdade. Peter foi símbolo na luta abolicionista e a sua trajetória ficou mais conhecida depois que uma foto que demonstra a crueldade desse período foi publicada.

APOIO-SITE-PICPAY

Victória Henrique

Victória Henrique é estudante de Jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Durante um ano foi apresentadora de um programa sobre educação no YouTube da Mídia NINJA e hoje é colaboradora do Notícia Preta e colunista da Mídia NINJA. Pela UFF, pesquisa experiências em rede, com foco na atuação de mídias independentes no Brasil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.