Estudo revela que 70% dos brasileiros ganham menos de R$ 1800

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mostrou que 70% dos brasileiros ganham até R$ 1.871,00, equivalente a 2 salários mínimos do ano de 2019 (R$ 998,00). O levantamento também revelou que 90% dos brasileiros têm renda média inferior a R$ 3.500,00 (R$ 3.442,00). 

Os mais ricos no Brasil têm uma renda de mais de R$ 28 mil – Foto: Istock/Adobe

Por outro lado, a pesquisa também mostrou que a média mensal dos 5% mais ricos do Brasil é de R$ 10.513,00, de acordo com dados da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (Pnad) Contínua. Além disso, a linha de corte para o 1% mais rico é a renda média em torno de R$ 28.659,00, englobando, por exemplo, profissionais liberais, como advogados, engenheiros, mas também a elite do funcionalismo público: promotores, procuradores, auditores da Receita.

O estudo Nós e as Desigualdades, realizado pelo Instituto Oxfam, pergunta, desde 2017, se os brasileiros se sentem “muito pobres ou muito ricos”, em uma escala que vai de 0 a 100. O último levantamento, divulgado em 2020, mostrou que 75% da população brasileira faz parte da metade mais pobre do país. De acordo com a pesquisa, para estar entre os 10% mais ricos do país, contudo, a renda média parte de três salários mínimos, de acordo com os parâmetros da pesquisa.

Leia também: Mulher branca é maioria como líder de diversidade, revela estudo

“Os estudos sobre percepção mostram que as pessoas tendem a se classificar no meio, como classe média. Pouca gente se classifica como pobre ou como rica”, diz o professor de Princeton e pesquisador da desigualdade Marcelo Medeiros, em entrevista à BBC Brasil. 

De acordo com a professora do departamento de Ciência Política na Universidade de Washington, nos EUA, Asli Cansunar, as pessoas não têm costume de ler notícias sobre economia no dia a dia. Na falta de dados técnicos, a maneira de colocar sentido no mundo é por meio de comparações — é olhar em volta e se comparar aos amigos, familiares, às celebridades na TV ou, mais recentemente, aos influencers do Instagram”, afirma a especialista à BBC Brasil. 

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.