“Estamos em lados opostos”, diz fundador do Soweto sobre filiação de Belo ao PL

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Claudinho Oliveira, cantor, compositor e sociólogo, é um dos fundadores do grupo de pagode Soweto, e usou as redes sociais para criticar a filiação do pagodeiro Belo ao Partido Liberal, o mesmo do presidente Jair Bolsonaro. “Belo, meu ‘cumpade’, de lá pra cá muita coisa aconteceu, o samba nos uniu e nos separou, mas jamais nos colocou em lados distintos. Afinal, somos do mesmo lugar, e vivenciamos, pelo menos até o momento de sua filiação no time de Bolsonaro, a mesma utopia de uma história de luta política e social que o próprio samba conta e reconta desde [século] XIX”, desabafou.

Claudinho Oliveira e Belo fundaram o Soweto na década de 1990 – Foto: Reprodução / Internet

Claudinho ressaltou que o Soweto foi criado com um pensamento de justiça social, levando dignidade e direitos às pessoas marginalizadas. “O desejo era o de se deixar inspirar pelas lutas sociais locais (e tbm transatlânticas) por direitos e oportunidades e fazer o nosso samba, curtir a nossa onda, badalar com os parceiros da quebrada, ajudar nossa família. Assim, o nosso lema (djavaniano) era: ‘que os negros lutem para conquistar espaço’”, escreveu.

O sociólogo finaliza o longo desabafo falando que os ideias eram os mesmos até Belo se associar ao partido do atual presidente da República. “Mas desta vez, pela primeira vez, estamos em lados opostos e lutamos por uma ideia de Brasil muito diferente. Ainda que surpreso, faz parte do jogo democrático respeitar decisões alheias. Todavia, em respeito à história essencial do Soweto e sua narrativa fundacional, grito forte e em bom tom: Fora Bolsonaro!”, conclui.

Belo se filiou ao PL na última semana, mas não confirmou se será candidato a algum cargo eletivo este ano. O convite para se filiar veio após o pagodeiro se apresentar no aniversário do governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, também do PL e do ex-secretário de governo Rodrigo Bacellar (PL). O ato de filiação do pagodeiro gerou uma onda de comentários nas redes sociais, inclusive, por parte de bolsonaristas que não viram com bons olhos a entrada de Belo no partido.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.