Duo B.A.V.I lança single “Deixe o Negro Viver” em parceria com a rapper Negra Jaque

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Faixa aborda a questão da apropriação cultural e esvaziamento de sentido dos símbolos negros

Os baianos Anderson Petti e João Almy  (Duo B.A.V.I) lançaram na última quinta-feira, 10, o single “Deixe o Negro Viver”, em parceria com a rapper porto-alegrense Negra Jaque,. A faixa traz o tema da apropriação cultural e esvaziamento de sentido como forma de extermínio simbólico da população negra.

Anderson Petti explica que a música não é uma súplica ou pedido de autorização. “É mostrar que a formação do povo brasileiro se move através das experiências, história e cultura afrodiaspórica nos meios econômicos e costume de consumo. A música relata de forma séria, sem ser tensa, às práticas de apropriação cultural do povo negro como também as tentativas de alterar a história, narrativa e valores ancestrais. É para quem já estiver buscando uma forma de equilibrar as diferenças socias com ideias que possam acabar com o racismo estrutural”, define.

João Almy complementa que “a gente está falando de apropriação cultural em vários níveis, que tem impacto econômico na vida do povo negro e consequentemente esvazia o sentido de muitos elementos da cultura e acaba sendo mais uma faceta de extermínio, através da desvalorização da identidade do povo negro. Cultura fala muito sobre identidade e esse processo de apropriação rouba muito do que é ancestralmente de direito”, destaca.

Sobre o Duo B.A.V.I

A proposta do Duo B.A.V.I (Berimbau Aparelhado Violão Inventável) é explorar a sonoridade dos dois instrumentos com aparelhagem eletrônica, expandir suas possibilidades melódicas e timbrísticas, modulando frenquências, aplicando efeitos e overdubs, com live looping, tornando-os assim capazes de produzir uma sonoridade bem peculiar dentro de batidas e estilos conhecidos, durante a performance.

Sobre Negra Jaque

Desde 2007 na estrada, quando integrou o grupo “Pesadelo do Sistema”, a rapper vem se destacando no segmento do hip hop. Em 2013, quando iniciou carreira solo, foi a primeira mulher vencedora da “Batalha do Mercado”, evento tradicional da região metropolitana de Porto Alegre e, por causa desse prêmio, gravou seu primeiro EP “SOU”. De lá para cá, participou de festivais, como o “Nosoutras”, lançou discos, recebeu prêmios e importantes indicações, como a de melhor compositora no “Prêmio Açorianos”, fez o show de abertura do projeto “UNIMUSICA” da UFRGS, participou do show de Elza Soares no Bar Opinião, circulou por várias cidades do RS, além de RJ e SP.

Ficha Técnica:

Letra: Anderson Petti e Negra Jaque

Produção musical: João Almy

Edição / mixagem / masterização: Sebastian Notini

Single nas plataformas Spotify, Deezer, Apple Music, Amazon Music, Tidal e Napster

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.