Drake doa 100 mil dólares para pagar fiança de manifestantes presos nos EUA

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O rapper canadense Drake doou o equivalente a mais meio milhão de reais para o pagamento de fianças de manifestantes presos nos protestos ocorridos nos últimos dias nos Estados Unidos, após o assassinato de George Floy. O valor foi depositado na conta da National Bail Out, organização voltada para o pagamento de fianças de pessoas carentes nos EUA.

Drake havia compartilhado em seus Stories no Instagram um comprovante da doação de US$ 400 feita pelo músico Mustafa the Poet para a National Bail Out. Foi então que o rapper repostou a imagem, após ser marcado pelo amigo, e escreveu: “Meus reis de Toronto, igualem a minha doação, mas acrescente três zeros”.

Em seu Twitter, Draker contou que a doação chamou atenção da instituição responsável por seu cartão de crédito: “Eles acabaram de me avisar de uma fraude no meu cartão. Estou ligando para eles agora”.

Mais de 7 mil manifestantes teriam sido presos durante as manifestações que aconteceram, e ainda acontecem, em 43 cidades dos Estados Unidos, segundo informações da imprensa local.

APOIO-SITE-PICPAY

Thais Bernardes

Formada em jornalismo pelo Institut français de Presse-Université Panthéon-Assas, em Paris e pelo Institut Pratique de Journalisme (IPJ), também na França, Thais Bernardes é jornalista, fundadora e CEO do portal Notícia Preta e podcaster do Canal Futura. Antes de concluir seus estudos na Europa, Thais cursou Relações Públicas na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde ingressou através do sistema de cotas. Após atuar como produtora no canal de TV France 2, em Paris, foi repórter no Jornal Extra, na rádio BandNewsFM e coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Direitos Humanos do Rio. Em novembro de 2018 a jornalista decidiu criar o portal Notícia Preta como forma de combater, através do jornalismo, o racismo e as desigualdades sociais.

2 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.