Débito de pensionistas com a União passa de R$ 2 bilhões

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Um levantamento realizado pela Fiquem Sabendo agência de dados especializada no acesso à informações públicas mostrou que 17,4 mil beneficiários que receberam pensão do Governo Federal no ano de 2020 possuem algum débito com a União. Ao todo, os pensionistas devem R$ 2,2 bilhões aos cofres públicos e, este mesmo número de beneficiários recebeu R$ 1,3 bilhão no mesmo período, sendo R$ 776 milhões em pensões militares. 

Ainda de acordo com a pesquisa, a dívida mais comum é com o Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), com um débito total de R$ 456 milhões, entre 13,8 mil beneficiários. O levantamento chama atenção para o caso da filha de um marechal do Exército, que, em 2020, recebeu R$ 301.982.23 em pensão militar do governo federal. Em março de 2021, ela devia R$ 267.878,94 ao PIS. 

Leia também: União pagou R$ 19 bilhões de pensão a parentes de militares em 2020

A pesquisa mostra ainda que valor mais alto devido por um único beneficiário é de R$ 213 milhões, cobrados da filha de um tenente-coronel da Aeronáutica, que recebeu em média R$9.041,58 líquidos do governo, por mês, em 2020.

“Nosso trabalho para trazer transparência aos bilhões gastos pelo governo federal com pensões ainda não terminou”, afirma o relatório.

Os valores foram calculados pela Fiquem Sabendo, cruzando os dados do Portal de Dados Abertos, com dados dos pensionistas e servidores inativos da União, recém-divulgados no Portal da Transparência. Após duas vitórias da Fiquem Sabendo, em denúncias protocoladas no Tribunal de Contas da União (TCU), a justiça obrigou o governo a publicar os dados.

Todos os dados estão disponíveis na planilha de cruzamento de dados da Fiquem Sabendo. Clique aqui para saber mais. 

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.