Cesta básica chega a R$ 634 em SP, aponta Dieese

APOIE O NOTÍCIA PRETA

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) realizou um levantamento onde mostra que, nos 12 últimos meses, os os produtos alimentícios que compõem a cesta básica na cidade de São Paulo tiveram um acréscimo de 14,39%, equivalente a R$80,00 a mais do que no mesmo período do ano passado. Desta forma, a cesta básica passou a custar R$ 634,40.

A capital paulista só está atrás de Porto Alegre – Foto: Reprodução

Dentre 17 capitais brasileiras que fazem parte do levantamento de valores dos 13 produtos que integram a cesta básica, segundo o Dieese, a cidade de São Paulo é a segunda capital com o maior preço de cesta.

Nos últimos 12 meses, o valor subiu em 14 das 17 capitais brasileiras e a capital Paulista perdeu apenas para Porto Alegre, em que o valor da cesta é de 636,96. Dentre os 13 produtos alimentícios que integram a cesta básica, os que mais subiram, segundo o Dieese, foi o café em pó (2,90%), o açúcar refinado (1,35%), o óleo de soja (1,29%), o leite integral (0,63%) e a farinha de trigo (0,58%).

O levantamento mostra também que o novo valor da cesta básica em São Paulo compromete cerca de 62% do salário mínimo. Para conseguir o valor necessário para compra de uma cesta básica, são necessários quase 16 dias de trabalho.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.