Cartórios de SP registram 58 mil crianças somente com o nome das mães em 2021

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Dados da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP) mostram que, entre os anos de 2020 e 2021, os cartórios de São Paulo registraram 58,2 mil crianças somente com o nome das mães. Um aumento de 1,8% em relação ao ano de 2016, quando a pesquisa começou a ser feita anualmente.

A taxa de “mães solo” do ano de 2018 foi a maior em percentual, mas o número de natalidade foi menor que 2020, por exemplo. No ano, os cartórios de São Paulo registraram 30953 mães solo e 605.833 crianças nascidas vivas, perfazendo um total de 1,95%, ainda se mantendo abaixo da média nacional, que é 6%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Leia também: Câmara dos EUA aprova lei contra discriminação capilar

Reconhecimento de Paternidade

No período da pandemia também houve queda considerável nos pedidos de reconhecimento de paternidade. Em 2021, foram 47,3% a menos de solicitações do que em 2019, último ano antes da Covid-19. No ano passado, foram realizados 24,6 mil processos, enquanto em 2019 foram 35,2 mil.

Desde o ano de 2012, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), permite que o reconhecimento possa ser realizado em qualquer Cartório de Registro Civil do território nacional, sem a necessidade de uma decisão judicial, desde que haja acordo entre ambas as partes. Para maiores de idade, basta um aceite entre os dois e, no caso de menores, o consentimento da mãe.

Desde 2017, a filiação socioafetiva foi aprovada pelo CNJ e se tornou mais uma opção para o reconhecimento de paternidade, para crianças com 12 anos ou mais. Esta modalidade também pode ser realizada diretamente no Cartório de Registro Civil, com o acordo de ambas as partes.

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

3 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.