Câmara dos Deputados determina reajuste de 170,8% em reembolsos de gastos com saúde dos parlamentares

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Câmara dos Deputados reajustou o valor total destinado a reembolsos de gastos com saúde dos parlamentares em 170,8%. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da Câmara dos Deputados, na última segunda-feira (29/03). Desde a publicação, o valor destinado ao reembolso passa a ser de até R$ 135,4 mil, o limite anterior era de até R$50 mil.

A autorização para o reembolsos de gastos com saúde dos parlamentares recebe a assinatura do presidente da Casa, o Deputado Federal Arthur Lira (PP-AL), líder do centrão, que assumiu a presidência da Câmara em fevereiro, com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Deputado Federal Arthur Lira (PP-AL)

O texto alega que o valor anterior havia sido definido em 2015 e estava defasado. Segundo a Mesa Diretora da Câmara, o ajuste foi baseado na VCMH (Variação de Custo Médico-Hospitalar), conhecida como “inflação médica”: “Essa atualização corrigirá a natural defasagem monetária de um valor fixado no ano de 2015 e proporcionará maior agilidade (racionalização) no atendimento às demandas relativas ao reembolso de despesas com saúde por parte dos senhores deputados”, conforme o Diário Oficial da Câmara.

Dados da pandemia no Brasil

O reajuste acontece no momento em que o país enfrenta a pior situação da pandemia do coronavírus. Na quarta-feira, (31/03), o número de mortes causadas pela Covid-19 chegou a 321.515 com o novo recorde diário de 3.869 óbitos registrados em apenas 24 horas, segundo os dados divulgados pelo CONASS-Conselho Nacional de Secretarias de Saúde. Em Março foram registrados 66.868 óbitos, mais do que o dobro de mortes de julho de 2020, o 2º pior mês da pandemia no Brasil.

Homens negros são os que mais morrem pela covid-19 no país: são 250 óbitos pela doença a cada 100 mil habitantes. Entre os brancos, são 157 mortes a cada 100 mil, de acordo com a pesquisa realizada pela ONG Instituto Polis.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.