Bahia deixou de receber 750 mil vacinas contra a covid-19, segundo instituições de saúde

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Bahia deixou de receber 750 mil doses de vacinas contra a covid-19 desde do início da vacinação. Segundo o secretário estadual de saúde, Fábio Vilas-Boas, isso se deu pela desorganização na distribuição das doses pelo governo Federal. Ainda de acordo com o secretário, estado da Bahia detém 7% da população brasileira e é preciso mudar o atual modelo de distribuição das vacinas para correção do erro.

Foto: Jennifer Pires

O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, se manifestou informando reconhecer o erro na quantidade de envio das vacinas para os estados, porém, até o momento, não ocorreu nenhuma alteração na metodologia de distribuição. O secretário municipal de saúde de Salvador, Leo Prates, cobrou o Ministério da Saúde pelo envio do número de vacinas restante. Salvador não recebeu cerca de 200 mil doses dos imunizantes contra o coronavírus.

Leia também: Vacinação contra a Covid-19 tem mais imunizados em bairros nobres de São Paulo

A Bahia tem 14 milhões de habitantes, sendo mais 9 milhões negros e pardos, de acordo com último Censo Demográfico do Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE) realizado em 2010. Em 26 março 2021, no levantamento realizado pelo Jornal Folha de São Paulo concluiu que 38% dos brancos eram vacinados, enquanto apenas 21% negros recebiam a imunização, no Brasil baseado nos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

Marcelo Queiroga, estava no Fórum de Governadores e segundo ele, as decisões foram tomadas antes da sua administração no Programa Nacional de Imunização, em outubro de 2020, porém “Já se discute para que se reveja esses critérios, adotando só a demografia dos estados, sem considerar os fatores de risco, porque já foram contemplados. Para que se tenha uma distribuição mais adequada dessas doses”, concluiu.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.