Ator João Acaiabe morre aos 76 anos em decorrência de COVID-19

APOIE O NOTÍCIA PRETA

Com mais de 45 anos de carreira, artista foi eternizado por interpretar o Tio Barnabé no “Sítio do Pica Pau Amarelo”  

Aos 76 anos, morreu na noite da última quarta-feira (31) o ator, locutor, contador de histórias e diretor João Acaiabe, vítima de complicações do covid-19. Diagnosticado com o vírus em 15 de março, ele estava internado no Hospital Prevent Senior, em São Paulo, e, após apresentar piora no estado de saúde, precisou ser entubado.  Acaiabe faleceu no mesmo dia da intubação depois de sofrer duas paradas cardíacas. As informações foram divulgadas pela própria família nas redes sociais.


O governo paulistano iniciou a vacinação dos idosos da faixa etária de 75 a 76 anos no último dia 15 – porém, diante da situação, João não teve a chance de ser imunizado. O sepultamento acontece na cidade natal do ator, Espírito Santo do Pinhal, localizada na região de Campinas, em São Paulo. 

O premiado ator deixa um legado na dramaturgia brasileira (Foto: Divulgação)


Com mais de 50 obras na dramaturgia, João se destacou como contador de histórias infantis no programa Bambalão na TV Cultura, nos anos 80. Na televisão, teve notoriedade ao atuar como Tio Barnabé no Sítio do Pica-Pau Amarelo , entre 2001 e 2006, e como Chefe Chico no remake de Chiquititas , no período de 2013 a 2015. No cinema, deu voz ao Rafiki na versão live action de O Rei Leão (2019). Seu úktimo trabalho foi o filme M8 – Quando a morte socorre a vida, lançado em dezembro de 2020.

“E nós passamos o nosso último Natal juntos. Meu pai mais que querido, meu amor, eu não sabia que era o nosso último Natal neste plano, foi um Natal feliz como sempre é quando a gente se encontra, só nós dois, comida, filmes e livros. Guardarei no coração tudo o que vivemos e a referência que você é para a nossa família! Gratidão, meu pai. Que os espíritos de luz te recebam em Aruanda até que a gente se encontre novamente, porque almas gêmeas nunca se separam!”, escreveu Thays Damazio Acaiabe, filha do ator, em texto publicado nas redes sociais. 


Colegas de profissão e amigos também declaram o sentimento pela perda de Acaiabe. 
“A gente passou texto várias vezes juntos e foi amor à primeira cena. Ter você como professor e amigo, escutar suas histórias e aprender com você com certeza foram dos maiores privilégios da minha vida! Eu já te amava antes e vou te amar pra sempre. 🖤Obrigada por tudo!”, compartilhou Giovanna Grigio. 


“Quantos papos bons, meu amigo. Como era bom lhe ouvir contar histórias da nossa gente. O primeiro homenageado do nosso Samba para Nossa Senhora. Agora vamos contar à nossa gente a sua grandiosa história. Obrigado, irmão”, publicou o ator Ailton Graça.

APOIO-SITE-PICPAY

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.