Após denunciar racismo e sexismo em série de Superman, roteirista é demitida

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Foto: The CW

A roteirista da série Superman & Lois, Nadria Tucker, contou em seu Twitter que não teria seu contrato renovado com a rede The CW, produtora do seriado, depois que apontou que o roteiro continha piadas sexistas e machistas. Além disso, Nadria tentou mudar alguns atores para assegurar que os únicos negros na trama não fossem os vilões. “Na quarta-feira, eu recebi a notícia de que meu contrato com Superman & Lois não será estendido, meus serviços não são mais necessários e meu esboço e rascunho estão abaixo da média (obviamente eu discordo dessa última parte)”, desabafou a roteirista e completou. “Isso depois de meses apontando piadas sobre o movimento #MeToo nos diálogos, defendendo o teste de Bechdel, lutando para assegurar que os únicos rostos negros na tela não fossem os de vilões e lançando histórias de personagens femininas (há uma no título da série!) que foram ignoradas. Se pareço amarga, é porque dói”.

Tuite de Nadia Tucker citando o movimento #MeToo – Foto: reprodução Redes Sociais

O teste de Bechdel 

O teste é aplicado para que conste a relevância de personagens femininas em uma ficção. Elas precisam ter nomes e conversar entre si e o assunto não pode ser um homem. “Os colegas me asseguraram que fui ótima, então sei que não estou louca. Eu me perguntei se deveria publicar isso, mas meu próprio bem-estar mental exigiu que eu o fizesse. A única maneira de as coisas mudarem é expondo-as”, afirmou a escritora.

A produção do seriado ainda não se manifestou sobre as publicações de Nadria Tucker

APOIO-SITE-PICPAY

Igor Rocha

Igor Rocha é jornalista, nascido e criado no Cantinho do Céu, com ampla experiência em assessoria de comunicação e escritor nas horas vagas. Editor e coordenador regional do Notícia Preta

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.