Alerj aprova tombamento do terreiro de Joãozinho da Gomeia

APOIE O NOTÍCIA PRETA
Depois de décadas, o terreiro de Joãozinho da Gomeia é tombado – Foto: Bárbara Dias

Nesta quarta-feira (24), o Projeto de Lei nº 2905/2020 que estipulou o tombamento por questões culturais e históricas do terreiro de Joãozinho Gomeia, em Duque de Caxias (RJ), foi para sanção do governador Cláudio Castro (PSC), após aprovação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O Ministério Público Federal (MPF), através do procurador da República Julio José Araujo Junior, em conjunto com a Comissão Gomeia – que realiza ações para preservar a memória de Joãozinho da Gomeia, deu um parecer favorável à aprovação.

O MPF ressaltou a importância do tombamento do local para viabilizar a proteção do patrimônio histórico e cultural.  Segundo o procurador da República, a mobilização para o tombamento foi importante, pois viabiliza que decisões ilegais não devem prevalecer. “Agora é necessário continuar a mobilização por direitos em favor da proteção junto ao Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e ao Inepac (Instituto Estadual do Patrimônio Cultural), além da aprovação de medidas na Alerj e nos órgãos municipais, estaduais e federais de valorização da memória”.

A preservação do patrimônio deve ser feita, em vista da necessidade de se manter a tradição de determinado período histórico. Ela deve ser utilizada como uma forma de evitar a destruição e apagamento da identidade social do povo presente naquele local. O tombamento do terreiro é uma forma de reconhecimento legal como patrimônio histórico e cultural brasileiro.

Anúncio de creche

Em junho deste ano, o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, anunciou que faria uma creche no local. Diante do anúncio, o Ministério Público Federal (MPF) pediu explicações a Reis e às secretarias municipais de educação e cultura. No dia 18 de julho, foi realizado o ato Abraço em Defesa do Terreiro da Gomeia. Uma semana depois, a prefeitura desistiu de construir a creche no espaço.

APOIO-SITE-PICPAY

3 Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.