África do Sul registra maior taxa de desemprego do mundo

APOIE O NOTÍCIA PRETA

A Agência Nacional de Estatísticas Sul-africana, divulgou nesta terça-feira (24) que a taxa de desemprego na África do Sul subiu para 34,4% no segundo trimestre de 2021, atingindo seu ápice em 13 anos. O país africano se tornou a nação com o nível mais alto de desemprego, em uma lista de 82 países monitorados pela agência de notícias Bloomberg.

Filas de pessoas em busca de emprego se formam na África do Sul – foto: Divulgação

No primeiro trimestre de 2021, em comparação, o país mais industrializado da África, tinha uma taxa de desemprego de 32,6%. Há pelo menos duas décadas os índices de desemprego na África do Sul estão acima de 20%. No ano de 2021, a economia do país teve uma queda de 7%, em boa parte afetada pelo fechamento do comércio como medida restritiva contra a Covid-19, o que reduziu investimentos e consumo.

Leia também: Em meio a onda de protestos na África do Sul, mãe joga bebê de prédio em chamas

No ranking de países da Bloomberg, atrás da África do Sul estão Namíbia (33,4%), Nigéria (33,3%), Jordânia (25%) e Costa Rica (18,1%). Embora o cenário do cenário seja pessimista, o governo sul-africano prevê uma retomada do crescimento da economia nacional já neste ano, com uma expansão do Produto Interno Bruto (PIB) de cerca de 3,3%.

No Brasil, o mercado de trabalho brasileiro vem sendo cada vez mais afetado pelo agravamento da pandemia do covid-19, neste cenário, a população negra é a mais afetada, pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2020, informam que a taxa de desemprego do ano foi 71,2% maior entre negros na comparação com brancos. 

APOIO-SITE-PICPAY

1 Comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.